terça-feira, 24 de março de 2009

Indo atrás.

Esse ano não pedi nada demais, não pedi um grande amor, nem uma fortuna inesperada... A única coisa que pedi, de coração, foi que 2009 fosse um ano feliz. Um ano colorido, um ano que passasse a borracha em todo tipo de mágoa, medo, coisas ruins e que começasse tudo denovo. Mas, com o tempo, a gente aprende que essas coisas não são possíveis. E que as coisas são o que devem ser e estão onde deveriam estar.
Mas, 2009 tem me mostrado e me levado a um outro caminho, um caminho que eu sempre busquei mas não sabia que estava na direção certa. Primeiro foi profissionalmente, agora é pessoal. Estou meio que mudando de casa, vou morar em uma amiga minha. E, eu não sei como vai ser, se vai dar certo, mas eu quero absurdamente tentar. Se tiver que voltar atrás eu volto, mas eu não vou desistir sem antes quebrar a cara. Já quebrei tantas vezes por coisas que as vezes eu nem queria muito, o sonho de "liberdade e independencia" sempre foi o maior deles, então vale o risco. Vale o sacrificio!
Sempre tive um orgulho maior que eu, o que é parcialmente bom, porque eu sempre quero provar pros outros que eu consigo, e que mesmo se não conseguir, que eu tentei de todas as maneiras possiveis, e isso se aplica a todas as areas da minha vida e a tudo que eu me proponho a fazer dar certo, o ruim é que isso se aplica sentimentalmente, o que dificulta bastante as coisas, mas falemos de coisas que podem dar certo. Porque hoje eu só quero o que pode dar certo.
Talvez por ser filha de pais separados muito nova, eu não tenho uma experiencia de familia, com pai e mãe, nunca tive, aliás. Sempre me senti amada, porém sempre tive uma crateras de carências a preencher, deve ser por isso que sou tão apegada as minhas amigas - as melhores que alguém pode ter. Pois bem, então, devido a esse fato sempre senti uma fome de liberdade gigante, sempre quis voar, sempre quis a independencia antes de tudo. E ter alcançado isso me deixa extremamente orgulhosa de mim, porque eu fui atrás, porque eu pude notar que eu tenho sim valor, mais do que algumas pessoas insistiram em me dar.
Vou buscar tudo que eu quiser. Eu vou além. E acho, que você deveria ir também. Porque todo mundo consegue, é só querer o suficiente. Eu sei de tudo que eu quero viver.
Eu não sei direito o que quero ser.
Mas tenho certeza do que não quero ser.

Nenhum comentário: