terça-feira, 20 de maio de 2008

A revolta dos padres


Tá, noticia velha e tal. Mas gente, e o Padre Adelir? Ninguém sabe ninguém viu. Tudo bem que eu vou arder no inferno depois disso, mas oi? Eu só queria entender porque mesmo que ele resolveu que voar em balões de aniversário. É, BEXIGAS, balões é um jeito de ficar mais bonito. Bexigas daquelas que crianças encapetadas furam com um garfinho de plástico pra assustar a gente, sabe? Então. Dessas aí. Isso tudo, pra segundo informações, bater o recorde de 20 horas voando em... bexigas! Que tipo de pessoa quer bater esse rercord? Eu vou além, que tipo de pessoa teve a brilhante idéia de começar com essa tosquice? Gente, ouve, de certo o padre tava lá, entediado com a missa. Aquela coisa de ficar ouvindo ladainha alheria e resolveu radicalizar, chocar a sociedade. Daí no auge de um brilhantismo sem precedentes ele descobre que alguma pessoa bizarra voou em ... bexigas. E pensou "nossa que legal, vou voar também". Uma coisa que eu ainda não consegui entender é porque ele escolheu esse record pra bater. Tem tantos outros, gente. Quem come mais hamburguers sem vomitar. Ou quem fica mais tempo sem tomar banho. Ou quem reza mais missas em seguida sem intervalos. Quem come mais hóstias. Seilá, ele poderia ser original e quem sabe inovar na história dos records, ia ser bem mais interessante e menos bizarro do que voar em... bexigas.
Meu, se tem uma coisa que padre não sabe fazer é bater record. Não tem nada ve, gente. Não combina. É tipo comer lazanha com sorvete. No minimo ele viu uma bexiga e foi logo procurar no google algum record relacionado com tal apetrecho infantil. Achou e falou "beleza, é esse mesmo que eu vou bater. Vou levar um GPS porque tudo mundo usa, foda-se que eu não sei usar, o importante é causaaaaar". E foi.
Com um pouco de esforço eu até entendi que o queria uma aventura. Uma coisa diferente. Tá. Beleza...mas gente... voar em...bexigas? meu, pára. Ninguém voa de...bexiga, por aí. Confesso que eu não custumo me assustar com muitas coisas não, mas essa história me deixou besta. Gente, que loucura. Há tempos já notei que as pessoas andam digamos que, excêntricas. Mas oi? será que eu acordei num hospicio e ninguém me avisou? voar de...bexiga, simplesmente não orna. Coisa de gente que não tinha nada pra fazer.
Sério, gente.
Socorro.
Para o mundo que eu quero descer.

4 comentários:

Mariana disse...

Cada um om seu problema né, td bem que o dele foi para no fundo do mar... mas eu achava bem mais prático ele enfia a melancia na cabeça como de praste, ja que queria aparecer! ¬¬

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKKKKKKKK

ow,vc escreve muito engraçado!

Karol Granchi disse...

Kênia,você é foda!
e ah, o anônimo sou eu......eu que fiz merda e não sabia arrumar,affe.

Nelson disse...

Nunca vi portugues tão mal escrito. Mas parabens pla publicação.