domingo, 3 de agosto de 2008

Consideração nossa de cada dia...

Problemas e situações tendem a tomar proporções de acordo com nossa atitude diante deles. Se exageramos, obviamente, ele se torna maior do que realmente é. E assim por diante. Sei disso. Mas, em alguns casos, me importo demais. Espero demais.
O grande problema é o fato de esperar demais das pessoas. E, me esquecer, de que talvez, as coisas não são bem assim pra elas. E é aí que nos decepcionamos. E fim.
O engraçado é o porque eu atraio pessoas com valores tão diferentes dos meus. Não consigo compreender, posto que acredito que sempre deixei bem claro as minhas expectativas em relação a quase tudo na minha vida.
Gosto de jogar limpo, e por isso as vezes sou vista como fria. Ou seilá o que. Como diz uma amiga minha, surte o efeito contrário, ao inves de aproximar pessoas eu afasto. Se bem que, pessoas ultimamente andam me cansando. Então caguei se não gostam de mim porque sou direta. Ou porque sou isso ou aquilo.
Na maioria das vezes as pessoas não sabem quem realmente eu sou. E não perguntam também. E mesmo eu me achando tão simples de conviver e tão fácil de entender, algumas realmente vão embora sem nem saber o que eu acho delas. Antigamente eu gostava de causar esse efeitos nos que se aproximam de mim. Hoje eu não sei. O que eu sei é que, apesar de afastar muita gente com essa minha falsa frieza ou seilá o que, as pessoas que realmente ficam, sabem que não sou tão ruim assim. Há coisas bem piores pra ser.
Acontece que eu não sou dessas que tem uma legião de fãs ou amigos pra todos os lados. Não consigo fugir muito de quem eu sou, mesmo quando é preciso. E eu não sou muito meiguinha, embora esteja me esforçando pra ser. E esse é mais um texto sobre decepção. E de como as pessoas simplesmente são mesquinhas e egoístas.
No me caso, principalmente em relação a amizades posso afirmar que sou extremamente leal. Deve ser por isso, incluisve, que procuro não ser amiga de muita gente. Ser leal desgasta. É um esforço. É uma prova de amor diária, e bom, quem me conhece sabe o quanto é dificil lidar com amor independente da forma.
E não sou leal porque quero pagar de boazinha. De certinha. De a melhor. Não, é porque espero das poucas pessoas que considero "amigos" o mesmo. Não precisa de mais, nem menos, espero exatamente igual ao que proporciono. Espero consideração, porque é assim que trato todos com quem eu mantenho um minimo de afeto. Se eu combinar algo com alguém, e isso se aplica a qualquer um, pode estar certa de que comprirei com o que foi dito. Se não der pelo menos um aviso de que o combinado não estará mais valendo a pessoa vai recever, pode estar certo disso. Só não gosto é qundo fazem a gente de tonto. E isso nem se aplica ao fato de te outras coisas mais importantes a se fazer, caguei pro que você tem que fazer, só me avisa de que o trato não está mais valendo. Ou então, não fala nada. Fica mais bonito e evita qualquer tipo de aborrecimento.
Não é tão dificil pensar assim, é só uma questão de lógica. Enfim, consideração, respeito são coisas que existem entre amigos, sabe?
Porém, sei que a vida é mais que isso. Que existem pessoas mediucres. Ou até que pessoas cometem erros, e esse pode ter sido mais um exemplo disso. Mas, comigo as coisas não costumam ter uma segunda chance (e não, eu não me orgulho disso).

"Isso não vai acontecer denovo"
Óbvio que não vai. Eu não seria idiota de te dar outra oportunidade dessa.

Um comentário:

maynerodrigues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.