domingo, 7 de junho de 2009

Idiotas..

Tem um comercial que falava: O amor te deixa idiota.
é, então, pode até ser. é um ponto de vista aceitavel num momento confuso e inverso que estamos vivendo agora.
É idiotice mesmo querer uma pessoa só. é idiotice mesmo se declarar. é idiotice mesmo pensar em romance, história e casamento. é idiotice mesmo pixar o muro ou o poste da rua de quem você ama. é idiotice fazer serenata de amor de madrugada. é idiotice sonhar com um amor para a vida toda. é idiotice trocar a balada por um filminho a dois. é idiotice beijar uma boca só e fazer sexo com uma pessoa só. é idiotice se dedicar, se envolver e interagir com uma pessoa só. é idiotice e vem se tornando cada vez mais idiota planejar um futuro bonito num presente tão urgente, efemero e escroto como o nosso.
Mas, sinceramente, idiota pra mim é toda essa tribo liberal, descolada e moderninha. idiota pra mim é você usar uma máscara que mal cabe na sua cara. idiota pra mim é você sair de casa por obrigação, por não se aguentar, por ter que ir, por ter que bater ponto e por não estar afim. idiota pra mim é você beijar nove pessoas, transar com oito e não gostar de nenhuma delas. idiota pra mim é você ficar pagando de dificil. idiota pra mim é você se achar o máximo dar end na cara das pessoas que te ligam. idiota pra mim é você se contentar com os 1372839 scraps do orkut que não dizem nada e não acrescentam porra nenhuma na sua vida. idiota pra mim é você ter a agenda cheia e o coração vazio, é conhecer muitas pessoas e não ter ninguém pra te dar boa noite.
Ser idiota pra mim é tudo isso. é você não insistir. é você não persistir. é você não pagar o preço e lutar pelos seus sonhos. Idéias e ideias. isso é que é ser verdadeiramente idiota.
Oi, Amor! Onde quer que você esteja, anote meu recado. Precisamos de mais pessoas VERDADEIRAMENTE idiotas nesse mundo. Precisamos de mais gente pixando frases de amor nas ruas. Precisamos de casais se beijando em baixo de chuva, ou no meio da rua de alguma tarde qualquer. Precisamos de mais romances fazendo bonito, enfeitando as horas e colorindo o ar que a gente respira. Precisamos de mais gentileza, poesia e sinceridade. Precisamos de mais bebês e crianças jorrando ternura, pureza e inocência em nossas vidas. Precisamos sim. Precisamos mesmo. E é pra ontém. Precisamos de mais arrepios, mais sentimentos e menos razão. Precisamos do olho no olho, do beijo e do abraço.

Um comentário:

Vítor disse...

"Precisamos de mais arrepios, mais sentimentos e menos razão."
Lindo texto! Sortuda a pessoa que te inspirou a escrevê-lo!
não sou de escrever comentários em coisas que acho por aí, mas você me inspirou a escrever este ;)